Anúncios

Tuas mãos

 Tuas mãos eram asas que se abriam

para abraçar o mundo,

ansiosas  de conquistas e de paz.

Procuro-te em toda parte

de  que eras o esteio.

Essa ausência interminável

pesa sobre meu coração como um túmulo.

Estou aqui fiel   à tua memória

e a tudo que em comunhão amamos.

Resisto à dor na aceitação da vida que me resta.

Penso em ti cada instante e não te creio morta.

Vives em mim, no nosso mundo secreto,

e és eterno e intocável, porque e só meu.

Mas, não podemos dar-nos um ao outro.

Não podemos, de mãos dadas, voltar aos caminhos

que desbravamos com nossa coragem,

com nossa fé, com nosso amor.

Não mais te levantarás para seguir em frente,

com entusiasmos para a luta

que me incitava na caminhada.

Tu e eu aprendemos que a morte é um abismo

donde jamais ninguém regressa.

E é inútil esperar a tua volta.

embora a invente a cada aurora

e me oriente no caminho do sol

para renovação d vida,

para a primavera eterna da alma.

Que as palavras de amor poderei dizer-te

que teus ouvidos possam entender?

Foram tantas as palavras que me calei,

momentos de ternura que desperdicei.

 

Amo em ti, tudo que foste e que perdi

TUA AUSÊNCIA É UMA FERIDA

ABERTA NO SILÊNCIO…

 

 

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: