Anúncios

Eu te deixei ir, mas a saudade ficou — Jornalismo de Boteco

Hoje eu parei, olhei para o lado e comecei a pensar em nós, em como tudo era diferente, em como sabíamos onde nos encontrar e o melhor: raramente nos perdíamos. Pensei e senti saudades de quando éramos um só. De quando dava merda no meu dia e eu corria para discar o teu número e […]

via Eu te deixei ir, mas a saudade ficou — Jornalismo de Boteco

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: