Advertisements

so-rindo

P_a

P2O garoto apanhou da vizinha, e a mãe furiosa foi tomar satisfação: Por que a senhora bateu no meu filho? Ele foi mal-educado, e me chamou de gorda. E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele?

Então, vou arrancar-lhe um braço! – Um braço? Não, não! Como é que vou fazer as coisas com um braço só? – Então, não tem jeito! Eu preciso de uma parte do seu corpo para fazer uma mulher! Decepcionado com a atitude do Supremo, Adão resolveu arriscar: – Será que o senhor não poderia arrancar uma parte que eu não uso muito, como uma costela, por exemplo? Deus tornou a coçar o queixo, pensou um pouco e disse: – Bem… eu posso até fazer, mas já vou avisando… vai ficar uma mer*da!

Tinha um papagaio que vivia falando palavrão e sua dona, uma senhora gorda, não agüentava mais os palavrões, deu uma dura no bichinho: – Olha aqui, se você falar mais um palavrão, eu te jogo no fundo da fossa. Eles viviam em sítio e pra cagar tinham que sair de casa e dirigir-se até a fossa que não possuía telhado. Pois bem, 37.5 segundos após a bronca, o papagaio começou a soltar os palavrões: viado, filho-da-pua, corno, bicha, piranha etc. A dona falou com ele: – O que é isso?!?!? – É que fiquei muito tempo sem falar palavrões e de repente veio tudo de uma vez só… – Ah é, então vai direto pra fossa. E jogou nosso herói na fossa. A noite, deu vontade de cagar na velha e ela dirigiu-se à fossa. Chegando lá, suspendeu o vestido e começou a cagar (pois não usava calcinha)… Em dado momento ela olha pro céu e suspira: – Ahhh que céu estrelado ! O papagaio lá de baixo responde: – Ahh que cu arregaçado…

Advertisements
%d bloggers like this: