Advertisements

amor poema

O Amor que Queima os Ossos

o calor que sentia. É o
calor que abraço. É o
calor que queima os
ossos. Os meus ossos.
O calor que faz chorar.
O calor que torna meu
olhar mais brilhante.
Esse amor é só meu;
meu e seu – de nós dois.
A solidão não é mais o
caminho onde caminho.
E é esse calor, o que
queima meus ossos,
que aquece meu coração.

Coração Voador

Coração com asa é sentimento
que pode voar, bater forte no
corpo e conhecer outras
paisagens.

E nosso amor é coração que
pode mas não pretende levantar
voo, que conhece o amor e nada
mais precisa para ser feliz.

E nosso amor é uma ilha com
vista para outras terras, mas sem
desejo de as visitar; completo
com a brisa do seu oceano.

Coração com asa é harmonia
sem igual, é guerra sem que
lutas existam, só e sem mais
paisagens.

O Suco do Amor

Não existem palavras de amor
quando o amor vive desperto e
ofegante se torna a cada beijo
e a cada olhar nosso; a todos
os beijos e olhares nossos.

Lençóis de seda, de toque fino
e conforto desigual são os que
são nossos sem que de mais
alguém se conheça semelhança
de sentido ou sentimento de amor.

É fome que como e sede que sinto
meu peito beber quando juntos e
só juntos testemunhamos a razão
do nosso amor ser assim tão diferente.

Advertisements
%d bloggers like this: